Escola Darcy Ribeiro
O prédio onde funcionou durante 20 anos a Escola Darcy Ribeiro, despejada para a venda dos imóveis dos Correios pelo governo Bolsonaro

A Escola de Cinema Darcy Ribeiro, no Rio de Janeiro, foi despejada numa ação que segue o Plano de Privatização do governo federal. Após 20 anos ocupando um espaço no prédio dos Correios, na rua da Alfândega, 5, no centro do Rio de Janeiro, a escola, que abriga o Instituto Brasileiro do Audiovisual, perdeu todos os recursos que buscou na Justiça para impedir sua retirada do espaço, e agora enfrenta um novo e urgente contratempo: tem que realizar a remoção de toda sua estrutura física (móveis, ilhas de edição, equipamentos) até este sábado, 5.

Nenhuma instituição de fomento ou de cultura do País ou do Estado do Rio se ofereceu para ajudar a escola no período do embate jurídico, e agora muito menos. A situação é complicada: até para entrar no prédio a equipe da escola está tendo dificuldades, porque há um novo esquema de controle na entrada.

Os colaboradores e mantenedores da instituição estão divulgando um pedido de ajuda para conseguir levantar recursos necessários à mudança. O documento, assinado por Irene Ferraz, diretora da escola, pode ser lido abaixo.

No dia 20 de agosto, a juíza Geraldine Vital, da 27ª Vara Federal do Rio, decidiu pela reintegração de posse do espaço da escola pelos Correios. Durante duas décadas, a escola tem oferecido cursos de direção, roteiro, montagem, produção e diversos cursos livres para estudantes e profissionais de cinema – é muito procurada por cineastas de comunidades do Rio. Em dezembro de 2018, a escola de Cinema Darcy Ribeiro tinha sido declarada Patrimônio Histórico, Cultural e Imaterial do Estado do Rio de Janeiro. Entre seus professores, há notáveis como o cineasta Ruy Guerra, de 87 anos, diretor de filmes como “Eréndira” (1983) e “Ópera do malandro” (1986). No movimento bolsonarista de desestruturação da cultura e da política audiovisuais do País, o desmonte da Escola Darcy Ribeiro é um tiro certeiro na formação de base.

CARTA ABERTA
Prezados amigos, parceiros e colaboradores,
esta é uma mensagem de financiamento amoroso:
Como vocês devem estar acompanhando, a Escola terá que deixar o Prédio dos Correios, onde a Escola esteve sediada nestes 20 anos.
Estamos recorrendo à todos que nos ajudem pois temos estes dias para conseguir os custos da retirada de todos os Acervos do Cedoc, equipamentos, mobiliários ,etc.
Para  a retirada completa de tudo precisamos contratar uma transportadora com agilidade de empacotamento  e condicionamento, além de uma equipe técnica especializada para a desmontagem, o valor final desses orçamentos é de R$ 40.000,00.
Precisamos iniciar a desmontagem no próximo sábado sábado, dia 05/09.
Com a pandemia  e a paralisação das aulas, a situação financeira da Escola se agravou e não temos nenhum recurso para esta operação.
Colabore depositando o valor que for possível para você. TODA COLABORAÇÃO É VALIOSA.
A conta do Instituto, que é o mantenedor da Escola é:
Instituto Brasileiro de Audiovisual – CNPJ n. 02.605.336/0001-03 – Banco do Brasil – Ag.  0183-X CC: 408.757-7
Muito obrigada
Irene Ferraz
diretora
Continuamos funcionando com cursos On line.  Inscrições  abertas através do site www.escoladarcyribeiro.org.br
tel/ whatsapp (21) 983017473.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome