Os cinemas de São Paulo estão pedindo a intervenção do governador João Doria para obrigar todas as salas de cinema a fecharem durante o período de prevalência do coronavírus. A Feneec (Federação Nacional das Empresas Exibidoras Cinematográficas) e o Sindicato das Empresas Cinematográficas do Estado de São Paulo pedem que Doria “assuma o papel de fechar as salas de cinema de todo o estado, na forma da lei”.

Muitos grupos de exibidores resistem ao fechamento, o que levou ao apelo público das instituições do setor. Segundo o comunicado, as “empresas exibidoras entendem que a grave situação colocada pela pandemia da Covid-19 é urgente e demanda uma resposta rápida que somente o Estado está habilitado a tomar. Infelizmente o fechamento das salas por iniciativa das empresas demandaria negociações com cada uma das empresas administradoras de cada shopping onde existe uma sala de cinema, o que seria penoso e lento. Os shoppings pertencem a diferentes grupos econômicos, com participação de investidores, fundos de previdência, fundações e outros, o que demandaria diversas instâncias de negociação, resultando num prazo para solução dos problemas que a saúde pública não tem. O bem estar dos espectadores de cinema e dos funcionários das empresas de cinema é hoje a nossa prioridade”.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome