E o carnaval chegou, com um fim de semana repleto de blocos por todo o País. Em São Paulo, que se aventura a fazer a maior (pelo menos em tamanho) folia das ruas, destaque para os blocos com a música nordestina de Alceu Valença, Elba Ramalho e Novos Baianos. Mas antes de o Brasil se tornar monotemático, ainda dá tempo de aproveitar outra atrações culturais, como as exposições fotográficas no MAM-Bahia e na Estação da Luz, para a maratona Copa do Brasil de Fotografia.

SEXTA-FEIRA 14

Estreia no Teatro Cacilda Becker, em São Paulo, a peça Por Que Não Vivemos?, baseada em texto de Anton Tchecov, da Companhia Brasileira de Teatro e com Camila Pitanga como protagonista. O Canal Brasil inicia a exibição de filmes nacionais e estrangeiros premiados ou indicados no Festival de Berlim, que terá cobertura diária pela emissora. Até domingo, o Centro Cultural da Diversidade apresenta o espetáculo Café, da Companhia dos Solilóquios.

SÁBADO 15

O MAM-Bahia, no Solar do Unhão, recebe duas exposições fotográficas com imagens do passado e presente, homenageando também a arquiteta Lina Bo Bardi. O pré-carnaval de São Paulo fervilha com blocos como Acadêmicos da Ursal, Bloco 77 – Originais do Punk, Bangalafumenga, Bicho Maluco Beleza (de Alceu Valença), Frevo Mulher (de Elba Ramalho) e Besta É Tu (em homenagem aos Novos Baianos).

DOMINGO 16

Fotógrafos invadem a Estação da Luz na maratona fotográfica Copa do Brasil de Fotografia, que premia os melhores cliques em um período curto de tempo. A maratona pré-carnavalesca paulistana continua com os Acadêmicos do Baixo Augusta em homenagem a Elza Soares, o trio elétrico do DJ Alok, a Confraria do Pasmado e o Ritaleena (em tributo a Rita Lee).

SEGUNDA 17

No reduto mais tradicional da literatura de São Paulo, a Mercearia São Pedro, na Vila Madalena, será aberta nesta segunda a mais nova livraria da metrópole com leitura de trechos de livro de Marçal Aquino. Ainda no campo editorial, outra dica preciosa é Pecora, nova HQ de Marcelo Bicalho, inteiramente ilustrada em sem texto algum.

TERÇA 18

Em plena euforia pré-carnavalesca, alguns dos maiores especialistas em Mario de Andrade conduzem um seminário sobre sua obra no Centro de Formação do Sesc, com destaque para a professora Telê Ancona Lopez.

 

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome