Gravado pela Night Dreamer, o encontro musical entre os parceiros cariocas Seu Jorge e Rogê é elaborado entre vozes, violões e percussões
Gravado pela Night Dreamer, o encontro musical entre os parceiros cariocas Seu Jorge e Rogê é elaborado entre vozes, violões e percussões

Gravado em pique caseiro pelo selo holandês Night Dreamer, o encontro musical entre os parceiros cariocas Seu Jorge e Rogê é elaborado entre vozes, violões e percussões, e só. As canções são autorais e inéditas e oscilam entre a soul music e a bossa nova (leia trecho extraído do livro “samba falado – crônicas musicais”, de Vinicius de Moraes, janeiro de 1965). Os discursos, por sua vez, variam ao sabor das oscilações do hollywoodiano Seu Jorge, que interpreta o filme Marighella no cinema e costuma dar declarações reacionárias sobre os rumos políticos do Brasil. 

Exemplar é Meu Brasil, da dupla com Pretinho da Serrinha, que celebra sem muita prioridade nomes nacionais como Dona Ivone Lara, Anastácia, Clementina de Jesus, Marielle Franco, João Gilberto, Zumbi, Garrincha e Pelé. Meu Brasil é mistura de raça e de cor/ soberano e não perde valor/ é o samba com a bola no pé/ (…) brasileiro no mundo sou eu, cantam, chovendo no mais que molhado. Após um Saravá aqui e um Vem Me Salvar acolá, o curto CD se encerra por Onda Carioca, que mistura, mansamente e sem muita consequência, ondas (as do mar e as da moda), idiomas e crenças religiosas.

Seu Jorge & Rogê. Night Dreamer.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome