Roberto Alvim
Roberto Alvim é nomeado novo Secretário Especial de Cultura do governo Bolsonaro

Foi nomeado hoje como novo Secretário Especial de Cultura (cargo que corresponde ao que antigamente era chamado de Ministro da Cultura) o diretor de teatro Roberto Rego Pinheiro, cujo codinome é Roberto Alvim, de 46 anos, que ocupava a direção do Centro de Artes Cênicas da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Alvim foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra.

A mais destacada façanha cultural recente de Roberto Alvim foi ter chamado a atriz Fernanda Montenegro de “sórdida” e “mentirosa”. Ao criticar essa postura agressiva de seu subordinado Alvim, o diretor da Funarte, o pianista Miguel Proença, foi demitido essa semana pelo governo. Em sua breve (e já de lamentável memória) passagem pela Funarte, dedicou-se a uma triagem ideológica e política de espetáculos e artistas, mas não realizou nenhum trabalho digno de nota.

Alvim se acomoda na nova estrutura da Secretaria, que vem definhando progressivamente no interior de um governo que é notadamente contrário a qualquer tipo de expressão cultural que não seja a do indicador engatilhado e da mistificação religiosa. Agora, a Secretaria Especial de Cultura reporta-se ao ministério do Turismo, coordenado por um dos principais implicados no escândalo dos “laranjas” do PSL. Já estão chamando o novo complexo ministerial de “Ministério do Laranjal”.

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome