Ricky Martin, popstar porto-riquenho vai cantar a música da Copa no Brasil - Foto: Fifa.com
Ricky Martin foi escolhido para cantar a música da Copa no Brasil – Foto: Fifa.com

Não é o fim do mundo, mas teremos um menudo no tema da Copa no Brasil. O cantor de pop e ator porto-riquenho Ricky Martin, autor de “Livin’ La Vida Loca”, foi anunciado como o intérprete da canção “Todos al mismo ritmo” (“Todos no mesmo ritmo”?) pela Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado). No país “do samba e do futebol”, e por que não “da bossa nova e da bola” ou “da MPB e da pelota”, seria brilhante termos no lugar um Zeca Pagodinho, um João Gilberto, um Chico Buarque ou um Caetano Veloso, apenas para citar alguns nomes. No mínimo, reforçaríamos nossa imagem ao mundo da potência que somos na música. Mas não, a escolha recaiu sobre um astro mundial da pop music. É um sintoma do que mais virá daqui até a realização do evento: a Fifa manda, nós obedecemos.

Ricky Martin já cantou uma música da Copa. Foi em 1998, aquela em que o Brasil perdeu na final para a França. Significa que… Que a organização do evento vai ter de se desdobrar muito para não fazer feio. No mínimo, para que naquilo que será, de fato, a cerimônia brasileira do Brasil para o mundo artistas nacionais representativos subam ao palco para representar nossa cultura. A torcida, cultural e não futebolística, é a de que alguma santa alma se lembre de que estamos no Brasil, terra de samba e de pandeiro, e não repita “O crioulo doido e a vergonha alheia” da festa de encerramento das últimas olimpíadas.

SuperSongMas ainda resta uma esperança com a música-tema da Copa. É que a Fifa abriu o concurso SuperSong, patrocinado pela Sony Music, para que compositores de 31 países, incluindo o Braziiiiiiiiil, enviem a partir de 2 de dezembro a letra que será cantada pelo ex-Menudo. Segundo o regulamento do SuperSong, a música tem de ter mais de um minuto e no máximo quatro minutos. As letras podem ser escritas em inglês, espanhol e português. E a boa surpresa é que Ricky Martin sabe cantar em português, se algum brasileiro vier a vencer esse concurso.

Para os milhares de compositores brasileiros que ficaram de fora dos sorteios de ingressos na Copa, é uma grande oportunidade de fazer valer a força da nossa cultura. E, de lambuja, assistir aos jogos nos estádios como convidado VIP da Sony.

Taí, futebol rima com…

PS: O curioso é que essa notícia anunciada só agora pela Fifa já havia sido divulgada na fanpage do cantor desde 6 de outubro

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome