pois então, não é que o gás e a energia acabaram antes que acabasse este intrincado ano de 2008 (o ano dos meus 40inha, ai, ai, ai)? acabou, eu sei que quem gosta de passear por aqui percebeu a desaceleração das últimas semanas.

pois se o fôlego já acabou e a canseira tomou conta do pedaço, o consolo não é menos do que sensacional: está acabando também a jornada zero-oito, aaah!, daqui a não mais muitos minutos, entro em recesso até o começo de janeiro (claro que com uma ou outra passadinha por aqui, quando possível, da rua, da chuva ou da fazenda, ou de uma casinha de sapé), ufa, saravá, esquindô.

bato minhas asinhas, deixando na “carta capital” deste fim-de-semana um texto sobre as discussões sobre a lei da meia-entrada para estudantes (um alô, ao claudio, que andou me perguntando coisas sobre esse assunto na janela vermelha e ajudou a inspirar a reportagem). deixo também, no blog do outro lado do espelho, um outro texto já publicado no papel, a respeito de uma artista pela qual tenho muito, muito, muito respeito. aqui, olha:

http://pedroalexandresanches.wordpress.com/2008/12/18/wanderlea-sobrevoa/

por fim, mas não menos importante, deixo abraços apertados a todo mundo que ajuda a fazer este blog, com meus agradecimentos profundos por darem ouvidos a este maluquete e encherem de vida esta sempre deliciosa experiência interativa. tem sido supimpa, viu?

mas, ai, quer saber? você não acha que pode ser ainda muito mais (supimpa)? e, supondo que sim, aceita que eu deixe uma proposta aqui no túnel que nos levará de 2008 a 2009?

é o seguinte: vamos apimentar o ano que vem?

eu quero! me espera, me aguarda. pensa daí que eu tô pensando de cá. e feliz aquilo tudo e tudo mais!!! fuuuuuuuuuuuuuuuui.

AnteriorLITTLE BIRD
PróximoHOMENS-MÁQUINA
Editor de FAROFAFÁ, jornalista e crítico musical desde 1995, autor de "Tropicalismo - Decadência Bonita do Samba" (Boitempo, 2000) e "Como Dois e Dois São Cinco - Roberto Carlos (& Erasmo & Wanderléa)" (Boitempo, 2004)

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome