jimmy heath

se você só tivesse uma única noite para sair em nova york, para onde você iria?
eu escolhi o village vanguard.
não sabia nem quem tava tocando lá, peguei um táxi em park avenue e desembarquei na sétima avenida com a rua onze. o frio tava de queimar a orelha.
tem dias que dá certo. era o dia.
jimmy heath estava tocando com um quinteto, que incluía o seu irmão, o baterista tootsie heath.
35 dólares, e lá estava fazendo piadas o grande jimmy heath.
jimmy heath está com 82 anos. toca sax tenor, soprano e flauta. e ainda canta, faz umas vocalizações bacanas.
ele era chamado de little bird por causa da similaridade de seu estilo com charlie parker. tocou na big band de dizzy gillespie.
é também um grande compositor: nos anos 1950, compunha para chet baker e art blakey.
trabalhou com miles davis e bill evans.
entrei em alfa quando ele tocou my little brown book, de billy strayhorn.
john coltrane adorava essa.
caralho, quanta melodiosidade!
que diacho fazem os festivais de jazz daqui que não trazem jimmy?
está no auge.
o homem terminou o primeiro set e foi tomar alguma coisa no bar.

Siga-nos no Google Notícias
PUBLICIDADE
AnteriorSPIRIT
Próximo
Jotabê Medeiros, paraibano de Sumé, é repórter de jornalismo cultural desde 1986 e escritor, autor de Belchior - Apenas um Rapaz Latino-Americano (Todavia, 2017), Raul Seixas - Não diga que a canção está perdida (Todavia, 2019) e Roberto Carlos - Por isso essa voz tamanha (Todavia, 2021)

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome