porque quem foi que disse que música “ruim” é ruim? quem foi que disse que música é ruim? quem está botando piolho na cabeça do século? quem botou esse chapéu de bobo na nossa cabeça? (aliás, falando em chapéu de bobo, não quero me arvorar ao arvoredo, mas não falei que ia crescer galhada na cabeça do severo severino? pois diz que ele vai receber representantes do movimento gay lá na planaltina! será que vai? isso ainda acaba em parada gay, eeeba, a gente a-do-ra quando tudo se mistura!!)

pois então, como eu estava falando. encafifei nesse nick-hornbynismo caboclo (msa já passa) e lá vai minha lista dos melhores “piores” discos. as aspas são porque não acredito no que tá escrito dentro das aspas. e porque estou amando loucamente cada um dos discos enumerados abaixo.

30º “boladona” (big mix, 2004), tati quebra barraco
29º “fabio jr.” (som livre, 1979), fabio jr.
28º “neusinha brizola” (som livre, 1983), neusinha brizola
27º “guilherme arantes” (som livre, 1976), guilherme arantes
26º “vanusa” (continental, 1973), vanusa
25º “franco” (continental, 1978), franco (pai do k, do l e do b)
24º “pena verde” (odeon, 1970), abílio manoel
23º “e?” (cid, 1974), baiano & os novos caetanos (mais/menos conhecidos como chico anysio e arnaud rodrigues)
22º “os incríveis” (rca, 1969), os incríveis
21º “fumacê” (odeon, 1970), golden boys
20º “alfagamabetizado” (virgin, 1996), carlinhos brown
19º “quero voltar pra bahia” (odeon, 1970), paulo diniz
18º “mudei de idéia” (rca, 1971), antonio carlos & jocafi
17º “os originais do samba” (rca, 1969), os originais do samba
16º “passado, presente e futuro” (odeon, 1972), sá, rodrix & guarabyra
15º “estúpido cupido” (odeon, 1959), celly campello
14º “cartão postal” (odeon, 1971), evinha (ex-trio esperança)
13º “banda veneno de erlon chaves” (philips, 1971), erlon chaves e banda veneno
12º “trio esperança” (odeon, 1974), trio esperança
11º “guilherme lamounier” (continental, 1973), guilherme lamounier
10º “tony & frankye” (cbs, 1971), tony bizarro e frankye adriano (com dedo de raul seixas)
9º “leno e lilian” (cbs, 1972), leno e lilian (com dedo de raul seixas)
8º “revoluções por minuto” (cbs, 1985), rpm
7º “as aventuras da blitz 1” (emi/odeon, 1982), blitz
6º “cantando no banheiro” (polydor, 1982), eduardo dusek (e joão penca e seus miquinhos amestrados)
5º “sergio murilo” (columbia, 1960), sergio murilo
4º “joão ricardo” (philips, 1975), joão ricardo
3º “como dizia o poeta… – música nova” (rge, 1971), toquinho, vinicius e marília medalha
3º “…maravilhosa” (philips, 1972), wanderléa
2º “alucinação” (philips, 1976), belchior
1º “ronnie von” (philips, 1969), ronnie von (& maestros tropicalistas)

[no papel de wilson simonal, fica eleito desta vez “exclusivo para deus” (nancel, 2000), o disco evangélico de baby (ex-consuelo) do brasil. pra deus pode, exclusivo? poode.]

ai… e o pessoal da terceira margem, que não cabe direito nem na lista de cá, nem na lista de lá, os “desajustados”?… é tanta gente… tim maia, angela ro ro, tom zé, doris monteiro, luiz gonzaga, elza soares, bebeto, ritchie, trio mocotó, roberto silva, rosinha de valença, sidney miller, cassiano, claudette soares, geraldo vandré, zé ramalho, martinho da vila, marina lima, azimuth, tamba trio, ednardo, elomar, fagner, quinteto violado, hyldon, joão bosco, roberto ribeiro, beth carvalho, fausto fawcett, fernanda abreu, lulu santos, nando reis, mpb 4, o ney matogrosso dos anos 70, sérgio sampaio, zeca baleiro, lô borges, walter franco, pato fu… ah, se todos fossem iguais a vocês, que maravilha viver entre jatomóveis, ruas e avenidas…

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome