O auditor João Paulo Machado Gonçalves, que deve ser nomeado nesta manhã de quarta-feira o novo Ouvidor da Ancine

Junto a Alex Braga Muniz, novo diretor presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine) que assume nesta quarta-feira, 20, para um mandato de 5 anos, deverá ser nomeado também na manhã de quarta, no Diário Oficial da União, o novo Ouvidor da agência para um mandato de 3 anos. O escolhido para a Ouvidoria, o auditor João Paulo Machado Gonçalves, foi emprestado pela Controladoria Geral da União (CGU) e seu currículo chama a atenção: Gonçalves era o braço direito do general Walter Braga Netto quando este era Ministro Chefe da Casa Civil do governo Bolsonaro – Braga Netto agora é o Ministro da Defesa.

A curiosidade aumenta quando se sabe que a função de Ouvidor das agências regulatórias é uma nomeação direta do presidente da República. João Paulo Machado Gonçalves ocupa uma função nada subalterna na Casa Civil – ele é atualmente o Diretor de Governança da Secretaria Executiva da pasta, um cargo graduado no qual foi colocado pelo general Braga Netto. Mas o controle da Ancine tem sido uma das obsessões de Jair Bolsonaro, e a chegada de um homem de confiança da cúpula do Exército à agência mostra que o governo tem intenção de se manter na instituição mesmo após a eleição de 2022 (o Ouvidor atua sem subordinação hierárquica e só perde cargo se renunciar ou se tiver condenação judicial transitada em julgado).

Gonçalves foi o representante de Braga Netto no Grupo de Trabalho para a Consolidação das Estratégias em Resposta aos Impactos Relacionados ao Coronavírus, grupo que coordenou a política (unanimemente considerada equivocada) do governo federal na pandemia (e que agora está gerando divisão na CPI do Congresso porque a maioria dos senadores tem evitado responsabilizar os militares, imersos até o pescoço na estratégia negacionista).

A aproximação de João Paulo Machado Gonçalves com a área do Cinema começou em abril, quando foi nomeado suplente no colegiado do Conselho Superior do Cinema. Em junho, foi nomeado para integrar a Comissão de Ética dos Agentes Públicos da Presidência e da Vice-Presidência da República (pelo atual ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni). O Superintendente de Prestação de Contas da Ancine é um militar, o capitão de Mar e Guerra Eduardo Cavalcanti Albuquerque.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome