Erasmo Carlos

Um dos pilares do rock brasileiro, Erasmo Carlos antecipa com duas sessões no Blue Note, em São Paulo, no dia 22 de novembro, seu próximo trabalho, Quem Foi Que Disse Que Eu Não Faço Samba? O disco de oito faixas, que deve sair em dezembro, compila sambas lançados ao longo da carreira de um dos pilares da jovem guarda e do rock.

Entre as faixas estão “Samba da Preguiça” (1973), lançado originalmente pelo Trio Mocotó, o samba-rock “Mané João” (1972), “A História da Morena Nua Que Abalou as Estruturas do Esplendor do Carnaval”, lançado em 2002 por Max de Castro, e “Sem Anjo na Multidão” (2004), apresentado originalmente pelo Clube do Balanço. Completam o repertório “Moço” (1972), gravado por Betinho para a trilha sonora da novela O Bofe, “Samba-Rock” (1986), gravado por Erasmo com Leila Pinheiro, “Maria e o Samba” e um “Medley de Samba”.

A primeira apresentação no Blue Note acontece às 20h, com piano e voz, e a segunda, às 22h30, com banda. A estreia da turnê foi no Rio de Janeiro, no dia 16. Segue o repertório completo do show:

“Além do Horizonte” (1975)

“Cachaça Mecânica” (1974)

“Mané João” (1972)

“Coqueiro Verde” (1969)

“A História da Morena Nua Que Abalou as Estruturas do Esplendor do Carnaval” (2002)

“Moço” (1972)

“Comilão” (1973)

“Samba da Preguiça” (1973)

“Medley de Samba”

“Sem Anjo na Multidão” (2004)

“Maria e o Samba”

“Samba Rock” (1986)

“Meu Ego” (1977)

“Mesmo Que Seja Eu” (1982)

“Sentado à Beira do Caminho” (1969)

“Mulher” (1981)

“É Preciso Saber Viver” (1970)

“Festa de Arromba” (1965)

 

Quem Foi Que Disse Que Eu Não Faço Samba? De Erasmo Carlos. Blue Note (Avenida Paulista, 2.073), dia 22 de novembro, às 20h e às 22h30.

 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome