Crítica social, ditadura, democracia, queixume, celebração: cabe tudo neste mundo redondo como uma bola.

(Para ouvir a parte 1 desta seleção musical, clique aqui.)

1. Jorge Ben, “Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)” (1976) – joga bola, joga bola, jogador.

1970 La Nueva Onda del Brasil2. Luiz Eça y La Familia Sagrada, “País Tropical” (1970) – sambaby, sambaby…

3. Luiz Gonzaga, “Siri Jogando Bola” (1957) – fui passear no país do tatu-bola: o Fuleco.

4. Dorival Caymmi, “Fiz uma Viagem” (1957)  – filho do tatu-bolinha…

5. Luiz Gonzaga, “Buraco de Tatu” (1956) – mão em buraco de tatu é muito perigoso.

1971 2 É Isso Aí...6. Jair Rodrigues, “Rei Pelé, Rei Luiz” (1971) – Pelé & Luiz Gonzaga, “venham ver a comparação que eu fiz”.

7. Moraes Moreira, “O Que É… O Que É” (1976) – vê se você destrincha: eu sou Elza Soares, eu sou Mané Garrincha.

1972 1 Elza Pede Passagem8. Elza Soares, “A-B-C da Vida” (1972) – você não tem cara de quem vê madrugada, não emendou o hoje com o amanhã, não viu Pelé, não viu Mané no Maracanã, você não viu Mangueira na avenida, você não sabe o ABC da vida – é só abrir o coração para entender a universidade popular.

9. Ary Lobo, “O Balanço do Garrincha” (1967) – vocês devem saber por que o Garrincha foi bicampeão.

10. Luiz Wanderley, “Rei Pelé” (1962) – mora em Vila Belmiro, do Brasil não sai…

11. Wilson Simonal, “Obrigado, Pelé” (1971) – Olé!

12. Angela Maria, “Esse Amigo Pelé” (1971) – um apito inicia a partida onde a glória ficou dividida entre as riscas do campo e da vida.

13. Elis Regina, “Meio de Campo” (1973) – a perfeição é uma m…eta, diz Gilberto Gil.

14. Bebeto, “Flecha Negra” (1978) – Flecha Negra do Parque chegou, e o povo alegre gritou.

1976 1 África Brasil15. Jorge Ben, “Camisa 10 da Gávea” (1976) – ele tem uma dinâmica física, rica e rítmica: Zico.

16. Clementina de Jesus, “Incompatibilidade de Gênios” (1976) – jogava o Flamengo e eu queria escutar, chegou, mudou de estação, começou a cantar: #NãoVaiTerCopa!

17. Luiz Américo, “Camisa 10” (1973) – desculpe, seu Zagallo, mexe nesse time que está muito fraco.

1990 1 Moraes e Pepeu18. Moraes Moreira Pepeu Gomes, “Brasil Campeão” (1990) – em Roma vai dar Romário.

19. Marcelo D2, “Sou Ronaldo” (2006) – igual a todo brasileiro eu sou guerreiro, às vezes caio, mas eu me levanto.

1996 O Rappa-Mundi20. O Rappa, “Eu Quero Ver Gol” (1996) – não precisa ser de placa, eu quero ver gol.

21. Mundo Livre S/A, “A Bola do Jogo” (1994) –  entra, entra, entra…

22. Ultraje a Rigor, “Independente Futebol Clube” (1985) – como vocês sabem, nós estamos gravando um disco.

23. Os Paralamas do Sucesso, “Um a Um” (1988) – se o meu time perder tem zum-zum-zum.

24. Lobão, “O Jogo Não Valeu” (1995) – a vida pelo avesso.

25. Charlie Brown Jr., “Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva” (2009) – ficar só reclamando é muito fácil: você tem o poder de prosperar, de evoluir e de fazer acontecer.

26. MV Bill,  Kamila CDDRapadura Projota, “Pra Jogo” (2013) – caiu?, levanta.

27. Ney Matogrosso, “América do Sul” (1975) – desperta, ó, claro e amado sol – deixa correr qualquer rio que alegre esse sertão.

28. Milton Nascimento, “O Jogo” (1970) – em campo contrário, do adversário.

1971 5 Baden Powell29. Baden Powell, “1 x 0 (Flamengo-Vasco)” (1971) – esse jogo não é um a um.

30. Azymuth, “Águia Negra x Dragão Negro” (1977) – do álbum Águia Não Come Mosca.

31. Tamba Trio João Bosco, “Ou Bola ou Búlica” (1975) – eu nunca mais dormi de touca, chega!

32. Os Originais do Samba, “Massagem” (1979) – você não joga nada e quer massagem?!…

1971 Garra32. Marcos Valle, “Paz e Futebol” (1971) – é, se você disser que eu não produzo nada, que eu não sou ninguém…

33. Novos Baianos, “Vagabundo Não É Fácil” (1973) – vá, se arranque da minha janela, assim é tomar a frente do sol: tá pensando que tudo é futebol?

35. Sociedade da Grã-Ordem Kavernista, “Eta Vida” (1971) – tem Maracanã domingo.

36. Sensação, “Cara do Gol” (1996) – é brincadeira o gol que esse cara acabou de perder.

1975 Alypyo Martins37. Alípio Martins, “Simbora pro Castelão” (1975) – o campeão é (o Pará, não, não) o Ceará!

38. Maria Creuza, “Flamengo, Flamengo (Tema de Duda)” (1970) – tema do mano que jogava futebol na novela global Irmãos Coragem: Maracanã em delírio.

39. Ndee Naldinho, “Melô do Corinthians” (1993) – abrem-se as portas do Itaquerão, então a Fiel vai levando no peito a emoção.

40. Doctor MC’s, “Hino do Corinthians (Campeão dos Campeões)” (2000) – quem é o campeão dos campeões?

41. Mario Gomes, “O Dono da Bola” (1984) – de quando a Globo colocava jogadores de futebol em suas novelas: malabarista agarrado no fio, e metido a besta.

1977 A Vida É Só pra Cantar42. Wilson Simonal, “Homenagem Rubro-Negra (Joga Corinthians)” (1977) – o dia está chegando, está chegando o dia, o dia de sair gritando.

43. Edi RockFlora Matos Rael, “Eu Canto Uq Soul” (2013) – eu canto o futebol, canto pelo sol: canto a liberdade.

44. Matéria Rima, “Soul da Torcida Brasileira” (2013) – meu bem, meu time está na final!

45. Marcia Castro, “Futebol para Principiantes” (2007) – e a coitadinha toma chute, cabeçada, pontapé e canelada: a bola.

46. Rappin’ Hood, “Gol” (2001) –  povão eu sou, é dia de clássico.

2009 Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva

47. Naná Vasconcelos, “Futebol” (1987) – não deixe o futebol perder.

48. Ivo Meirelles & Funk’n Lata, “A Taça do Mundo É Nossa” (1998) – eta, esquadrão de ouro, é bom no samba, é bom no couro: sambando com a bola no pé.

49. Fino Coletivo, “Eu Te Amo, Meu Brasil” (2007) – o chão onde o país se elevou.

50. Zezé Motta, “Bola de Meia, Bola de Gude” (1980) – há um menino, há um moleque.

51. Novos Baianos, “Brasil Pandeiro” (1972) – sambaby, sambaby, esquentai vossos pandeiros.

1972 Acabou Chorare

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Um deleite!! Mas uma ausência gritante: o rap do centenário do Flamengo. “Vaaaai Flamengo, balança a rede do adversário… Vaaai Flamengo…”
    Apesar de odiar o time, foi o que mais se beneficiou dos nossos talentos na música.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome