quinta-feira, maio 19, 2022

Desestabilizando a música popular brasileira

Músico critica edição de carta enviada à Folha rebatendo artigo de Vladimir Safatle: "Do jeito que minha resposta foi editada, não me surpreende o teor dos comentários" Em seu artigo “Nome próprio da cultura”, Vladimir Safatle sustenta que a subsunção das discussões culturais aos imperativos da nova “economia criativa”, no limite, justifica a transformação do Estado em departamento de desenvolvimento...

Abrangência, convivência, inclusão

Em entrevista exclusiva, Juca Ferreira, secretário de Cultura de SP, fala da nova Virada Cultural, do #existediálogoemSP (foto) e de "mudar a autoimagem" da metrópole.   Era uma vez o neoliberalismo  cultural em São Paulo. Juca Ferreira, 64 anos, o novo secretário de Cultura do maior município do país, não emprega esse termo em nenhum momento das quase duas horas de...

A índia negra branca do Pará (*)

A cantora e compositora Gaby Amarantos, um dos simbolos do tecnobrega paraense, assimilou o pop estrangeiro e hoje reafirma as múltiplas identidades da Amazônia brasileira.       O nome dela é Gaby Amarantos. Nasceu há 31 anos, dentro de uma família de sambistas. “Minha família tem uma escola de samba, a Coração Jurunense. Meus tios tinham um grupo tradicional de samba, Seja...

O pio de beija-flor de Nelson Jacobina

A liga não era de Lennon & McCartney, porque estes de cá nunca foram músicos extremamente populares - talvez nem sequer populares, sem o advérbio exagerador. Mas a liga de compositores entre Jorge Mautner, hoje com 71 anos, e Nelson Jacobina, morto na manhã desta quinta-feira (31), aos 58 anos, era um pequeno tesouro brasileiro, de harmonia completa entre...

Os melhores shows de 2019

Patti Smith, no PopLoad, esteve entre os melhores shows de 2019
Com o formato de discos e álbuns praticamente em colapso, cada vez mais os shows (o ao vivo) se consolidam como o território da sobrevivência e da argumentação estética. Isso dito, curioso notar que alguns dos shows de impacto mais profundo foram de artistas dos anos 1960 e 1970, como Patti Smith e Ave Sangria. Isso parece indicar que o...

Ter olhos ou ser livre?

Por que o centenário Luiz Gonzaga (1912-1989), "rei" pernambucano do baião, gostava tanto de cantar asas-brancas, assuns-pretos, sabiás, acauãs e outros passarinhos? O pernambucano Luiz Gonzaga (1912-2012) era o cantor dos passarinhos. Os exemplos são inúmeros, mas uma espiada superficial em sua obra é suficiente para que encontremos espécimes musicais de asa-branca, assum-preto, sabiá, acauã, araponga... Puxados pela mais que emblemática...

O crioulo doido e a vergonha alheia

Bia Abramo comenta a disputa em torno de qual Brasil vai se mostrar como o Brazil que se intensificou e ampliou, e virará centro das atenções mundiais com a Copa 2014 e o Rio 2016 Foram oito minutos de clichês – samba, mestiçagem, índios, alegria, ginga e malemolência. Mas os clichês vieram distorcidos por uma certa auto-ironia – a modelo se...

Os melhores discos de 2019

Emicida, Majur e Pablo Vittar - foto Jeferson Delgado
Os artistas que examinam questões como identidade, memória, posicionamento público, eficácia e balanço (tudo ao mesmo tempo agora) destacaram-se com obras maduras e clássicas. Jorge Mautner é normal, sempre soube como fazer. Mas agora se juntam a ele, na lista dos melhores discos de 2019, seus notáveis discípulos, como BaianaSystem e Emicida. 1) AmarElo, Emicida Só por ter reverenciado verso imortal...

A menina volta a dançar

Filho de Baby Consuelo e Pepeu Gomes, Pedro Baby dirige a mãe num show em que a cantora doma a veia gospel e retorna ao repertório pop-samba-blues-jazz-MPB dos anos 70 e 80.   Era hora do bis. O guitarrista Pedro Baby anunciou uma versão nua de “Mistério do Planeta” (1972), “já que estou vendo que vocês gostam de Novos Baianos”. “Cadê...

O coro vai comê, Chorão!

Como um episódio lamentável envolvendo a banda Charlie Brown Jr. pode se tornar ainda pior com um pedido de desculpas interessadas apenas no negócio e em contratos e não na música Diz o ditado que em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher. Já que é assim, vamos então falar do barraco entre Chorão e Champignon, vocalista e...