quarta-feira, maio 18, 2022

O Divino, o baile charme e Madureira

Transformado em candidato a modismo pela Rede Globo, o baile black que acontece debaixo do Viaduto Negrão de Lima, na zona norte carioca, já tem 19 anos de história e tradição. Rio de Janeiro, zona norte, bairro de Madureira. Viaduto Negrão de Lima, Espaço Cultural Rio Charme. É madrugada de sábado para domingo, hora de começar o tradicional baile charme...

Inverno Tropicalista Brasileiro

A música popular brasileira ajuda (como sempre ajudou) a entender o riquíssimo momento político que nosso país vive: como (não) diria Gilberto Gil, VIVEMOS DIAS DE LIBERTAÇÃO.      Domingo, 23 de junho de 2013. Faz bastante frio hoje na cidade de São Paulo. As temperaturas se movem velozmente. Até outro dia, éramos, como cantavam em 1969 meus ídolos musicais cariocas...

Ter olhos ou ser livre?

Por que o centenário Luiz Gonzaga (1912-1989), "rei" pernambucano do baião, gostava tanto de cantar asas-brancas, assuns-pretos, sabiás, acauãs e outros passarinhos? O pernambucano Luiz Gonzaga (1912-2012) era o cantor dos passarinhos. Os exemplos são inúmeros, mas uma espiada superficial em sua obra é suficiente para que encontremos espécimes musicais de asa-branca, assum-preto, sabiá, acauã, araponga... Puxados pela mais que emblemática...

Eu, Gusttavo Lima & você

Eu nasci em Maringá, no norte do Paraná, de onde escrevo este texto - minha mãe morreu há 11 meses, e vim passar a semana pré-dia das mães aqui, para ver como estão as coisas com os mais ou menos 16 parentes próximos que me restaram, entre humanos e caninos. Maringá é uma cidade arborizada de 357 mil habitantes, segundo...

Moeda, reza, cor e sorte

Em novo rap, Emicida (na foto, durante o evento #ExisteAMORemSP, na praça Roosevelt, no domingo 21 de outubro) faz homenagem ao baterista de samba, bossa e suingue Wilson das Neves. Além dos já inúmeros serviços prestados ao rap, o paulistano Emicida tem se demonstrado um artista essencialmente estudioso - de política, convívio, cultura pop, música popular brasileira. "Ô, Sorte!", sua nova...

'A revolta do moleque sofredor'

Segunda feira 30 de abril, resistindo ao frio e a chuva que tomaram conta da cidade de São Paulo um grupo de cerca de 200 jovens se reúne embaixo do vão livre do MASP. Nos rostos, marcas da tristeza e do medo dos últimos dias, quando a Baixada Santista se tornou um local hostil aos muitos profissionais do funk que...

Uma 'banda de música negra universal'

O Ensaio, do Festival Goma em Uberlândia, teve início com MC Toi e discotecagem de soul, funk, ragga e rock do DJ Nene. Mas a atração era BNegão e os Seletores de Frequência Com um show de pouco mais de 40 minutos, Tram-Panumbras conseguiu deixar todos hipnotizados do início ao fim. Com intervenções do Grupo Faz de Conta, a apresentação...

Leoni: em defesa da neutralidade de rede na música, na cultura, na política

Em Brasília, o cantor e compositor independente carioca defende o ponto de vista dos artistas, e não das corporações multinacionais, nos debates sobre o Marco Civil da Internet.   Este seria o texto que leria no Congresso Nacional por ocasião do Seminário do Marco Civil da Internet, uma espécie de Constituição da internet no Brasil. Acabou que o tempo era curto e...

Parada da diversidade musical

Daniela Mercury e Ellen Oléria rompem paradigmas na Parada Gay paulistana, fazendo shows de música brasileira ao vivo para multidões e falando livremente sobre suas sexualidades.     O domingo foi um dia de sonho realizado para quem vive em São Paulo e é apaixonado pelas inúmeras sonoridades musicais do Brasil. Já são 17 edições de parada da diversidade sexual na...

Mussum e Kurt Cobain, de igual para igual

O grupo Sambô, de Ribeirão Preto (SP), conquista o mercado pop brasileiro investindo numa forma ao mesmo tempo batida e original: cantar rock'n'roll em compasso de samba.      O pagode pop que vicejou nas rádios e TVs por boa parte da década de 1990 e parecia liquidado nos primeiros anos 2000 tem motivos para comemorar estes primeiros anos da segunda...