Paulo Vanzolini (1924-2013)

Cientista reconhecido internacionalmente, o zoólogo e compositor paulistano morreu às 23h35 de domingo, 28 de abril, no hospital Albert Einstein. Deixa mulher e cinco filhos. "O melhor bem que alguém tem na vida é o anonimato." Lembro do autor proferindo essa frase como se fosse hoje, mas ela é de janeiro de 2004, quando entrevistei Paulo Vanzolini, o músico-cientista que...

Emicida e a polícia: o dedo encontra a ferida

"Dedo na Ferida" é um rap de Emicida, músico popular paulistano, daqueles que prometem o que cumprem: mete o dedo do rap bem no meio da ferida da polícia paulistana, paulista e brasileira. "Foda-se vocês/ foda-se suas leis", o rapper afirma em sua prosódia particular, numa canção de protesto dedicada "às vítima do Moinho, Pinheirinho, Cracolândia, Rio dos Macaco, Alcântara...

Nem Davi, nem Golias, é o Ecad mesmo

Escritório assume papel de vítima e parte para o ataque depois de ser condenado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica. Sandra de Sá e outros artistas entram nessa briga O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) está uma fera. Em nota, afirma que vai recorrer da condenação imposta pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) por formação de cartel...

Banditismo por necessidade

Lá atrás, em março, a imprensa ficou cega, surda e muda no caso das relações MinC/Ecad. Por quê? E a batalha continua. No mês passado, em 22 de março para ser mais preciso, escrevi no Ultrapop o texto "Estamos perdidos?" que repercutiam as primeiras denúncias de uma relação muito esquisita, para dizer o mínimo, entre o Ministério da Cultura (gestão Ana...

Declaração indie de amor ao Raça Negra

O universo indie lança um tributo respeitoso ao grupo paulista de pagode (foto) em atividade desde 1991 e tenta demolir barreiras de classe e estética que separam o rock e o samba.   A ideia é lúdica e libertária. É lúdica porque o site independente Fita Bruta sincronizou a publicação para download gratuito do álbum virtual Jeito Felindie com o dia das crianças. É lúdica porque há de...

São Paulo, túmulo da música?

Pode ser a bossa de Johnny Alf e Maricenne Costa ou o canto caipira de Cascatinha & Inhana: a "capital cultural" do Brasil não sabe ser gentil com seus artistas. Maricenne Costa tornou-se cantora de bossa nova em 1959. E lançou seu primeiro álbum de bossa nova em 2009. Uma mistura de motivos particulares e públicos talvez explique o hiato...

Assum preto vive solto

O que existe em comum entre os rappers Afro X e Dexter (que dividiram cela no Carandiru), o "Assum Preto" de Luiz Gonzaga e as "prison songs" de Johnny Cash   A música brasileira ficou mais rica em novembro de 2009, quando veio à luz o disco Das Ruas pro Mundo (Auto-Estima Records), do rapper paulista Afro-X. Ali, o...

Samba, rap e exclusão em SP

"Plínio Marcos em Prosa e Samba – Nas Quebradas do Mundaréu", o histórico disco de 1974 em que o dramaturgo santista apresenta sambistas de São Paulo, é reeditado em CD. Mesmo combalida, a indústria fonográfica nacional produz um feito histórico para São Paulo em 2012: a gravadora Warner reedita finalmente, em CD, o álbum Plínio Marcos em Prosa e Samba –...

O melhor do teatro em 2019

Cena de Barrela - O Melhor do Teatro em 2019
A classe teatral está atônita diante da ascensão e transmutação de um dos seus, Roberto Alvim, atual secretário Nacional de Cultura. Alguém que para ganhar manchetes é capaz de xingar Fernanda Montenegro mereceria o pior dos castigos para um profissional da dramaturgia: o silêncio. Mas o que houve, de real e vivo, foi um silêncio ruidoso, perceptível para quem...

O endereço dos bailes

O funk das periferias invade casas noturnas caras de São Paulo, cai no gosto dos endinheirados e levanta uma questão: será esse um futuro substituto do sertanejo universitário? Quinta feira de uma noite fria pré-inverno, uma e meia da manhã, jovens bem vestidos se aglomeram frente a uma casa noturna em São Bernardo do Campo. Dentro da danceteria uma decoração...