a voz de clara nunes, a melhor cantora brasileira de todos os tempos (pronto, opinei!), enche o ar poluído em nossos pulmões e pontifica o que foi que aconteceu com a música popular bras…, ops, com a política brasileira dos anos pt, dos anos lula.

a linda composição moralista foi escrita por mauro duarte, e se chama “lama”. foi amaciada pela voz de clara em 1976, no álbum “canto das três raças”, quando clara, seus compositores e o brasil inteiro ainda não sabíamos que somos resultantes do canto de muito mais que três “raças”.

abaixo o governo lula!

lama *
(mauro duarte)
com clara nunes

pelo curto tempo que você sumiu
nota-se aparentemente que você subiu
mas o que eu soube a seu respeito
me entristeceu
ouvi dizer
que pra subir você desceu
você desceu

todo mundo quer subir
a concepção da vida admite
ainda mais quando a subida
tem o céu como limite
por isso não adianta
estar no mais alto degrau da fama
com a moral
toda enterrada na lama

* clara nunes morreu excessivamente jovem, em 1982, aos 39 anos, após uma cirurgia mal-sucedida para extrair varizes, talvez quem sabe uma das âncoras em que ela se apoiava para conservar sua beleza, sua fama, sua celebridade. morreu no mais alto degrau da fama, da beleza e da criatividade artística, contradizendo, ou melhor, comprovando o que cantara poucos anos antes em “lama”. a crise de fama-celebridade-poder é grave no pt e no governo central do brasil, mas não pertence só a eles – é vivida cotidianamente por políticos de todas as extrações, artistas, médicos, comunicadores, jornalistas, “grandes” empresários, traficantes de drogas e de armas, religiosos, advogados, celebridades instantâneas de reality shows, jogadores de futebol etc. etc. etc.

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome