quinta-feira, junho 4, 2020

Funk brasileiro no país do futebol

Não é uma música propriamente nova. O videoclipe foi instalado no YouTube em 3 de novembro de 2013 (e acumula mais de 20 milhões de visualizações no momento de escrita deste texto, em 27 de abril de 2014). Chama-se "País do Futebol", e é uma loquaz fusão entre o funk-ostentação de MC Guime e o rap(-ostentação?) de Emicida. A música é uma cápsula...

O poder é homem, branco, rico e hétero

Como cidadão que gosta de música, política e identidade, faço questão de reproduzir aqui a fala da ministra da Secretaria dos Direitos Humanos do Brasil, a catarinense Ideli Salvatti (PT), durante entrevista coletiva de apresentação da 18a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, no domingo, 5 de maio de 2014. Não verifiquei com a profundidade devida hoje, mas sou capaz de bater uma...

Dilma Vana Rousseff, mãe

Presidenta da República não é mãe. Se quer ser mãe, mulher tem que ser bela, recatada e do lar (e Amélia é que era mulher de verdade). Se é bela, recatada, do lar e mãe, mulher não deve trabalhar fora, quanto menos na pilotagem da presidência da República. Por silogismo, se é mãe mulher não pode ser presidenta. Tampouco presidenta...

100% planeta anão

não, por favor, pára o mundo!, que eu não tô agüentando o tanto de amor que a história com "h" bem grandão anda dando de despejar por sobre a gente!ele nasceu!, e é a coisinha mais linda deste mundo!!!pelas armadilhas que nos arma essa coisa estranha que chamamos de "realidade", foi exatamente no mesmo dia em que foi anunciado...

A autocomiseração do homem-foguete

Taron Egerton é Elton John
Em sua espiral de autodepreciação e descontrole emocional, Rocketman talvez só encontre paralelo em O Ébrio, a personificação cinematográfica de Vicente Celestino (1894-1968). Em duas horas de filme, a vulnerabilidade absoluta do personagem Elton John faz com que o espectador tenha vontade de, no mínimo, adotá-lo. Um doce surrealismo de folhetim, surrealismo de feira...

É proibido (se) exaltar?

Da paixão correspondida entre a música brasileira e o regime ditatorial do gaúcho Getúlio Vargas, nasceu o Brasil-exaltação:  Heitor Villa-Lobos, "Bachianas Brasileiras", Ary Barroso, "Aquarela do Brasil", "Isto Aqui o Que É", Rádio Nacional, Francisco Alves & Dalva de Oliveira, a exaltação à Bahia-berço-do-Brasil... O ufanismo à la Barroso era bajulatório, barroco, rococó, escalafobético, um tanto rebimbocado da parafuseta. Mas naquele tempo, parece, não era feio,...

MASHA E O URSO

Quando estava com 1 ano e 6 meses, descobriu Masha e o Urso. Chama apenas de “mashaurso”. No início, desconfiamos. Não tanto pela capacidade de abdução da TV, que não nos assusta – a consciência média burguesa gelatinosa das escolas privadas nos aterroriza mais, das “alternativas” de R$ 2 mil por mês às hipercompetitivas da era das taras de...

Eu vim de Piri-Piri

É véspera do Dia da Consciência Negra no centro de São Paulo. Diante de um plateia jovem, predominantemente negra e mestiça, um homem luta para trocar a cadeira de rodas por um banquinho-e-violão. Três pessoas (inclusive sua filha) se debatem desastradamente para ajudar o "negro desbotado" (como ele próprio se classifica). A plateia segura o fôlego diante da interrupção...

Estreias da semana: “Luna” e “Onde quer que você esteja”

Cena de "Luna", longa de Cris Azzi
Luna, de Cris Azzi, e Onde Quer Que Você Esteja, de Bel Bechara e Sandro Serpa, flagram emoções delicadas na tela grande nas estreias da semana A DIFÍCIL ADOLESCÊNCIA Na primeira cena, um professor debate com os jovens alunos em sala de aula se o impeachment de Dilma Rousseff foi golpe ou não foi. Sabemos também, pelo início de Luna, que...

Capitalismo anticapitalista

Uma rápida busca na internet mostra que os shoppings centers são hoje o lugar preferido, o principal “espaço publico” do filhos da nova classe C: manifestação das fãs de Justin Bieber pedindo show do cantor em um shopping de Fortaleza, manifestação dos fãs do MC assassinado Daleste em frente ao Shopping Penha no mês de julho, um vídeo do...