Home Blog do Zema Ribeiro

Blog do Zema Ribeiro

Manu Saggioro lança videoclipe de “Cantos de fado”

A cantora e compositora Manu Saggioro durante a gravação do videoclipe. Foto: Eddy Borgers/ Divulgação
A cantora e compositora paulista Manu Saggioro disponibilizou esta semana, em seu canal no youtube, o videoclipe de “Cantos de fado” (Levi Ramiro/ Carlinhos Campos), uma das faixas de seu disco de estreia, “Clarões”, lançado há pouco mais de um ano. Na ocasião, quando escrevi sobre o álbum, destaquei, entre vários outros aspectos, o componente político em sua obra. O videoclipe...

A idade da liberdade

"Nascimento de um instante e Aurora". Frame. Bruno Graziano. Reprodução
O guitarrista da Nação Zumbi, Lucio Maia, após projetos paralelos como Maquinado ("Homem binário", de 2007, e "Mundialmente anônimo: o magnético sangramento da existência", de 2010), "AlmaZ" (com Seu Jorge e Antonio Pinto, de 2010), além de dois discos com o Soulfly ("Soulfly", de 1998, e "Tribo", de 1999) volta a nos surpreender. Desta feita, e em plena quarentena, torna...

De quando a diplomacia brasileira…

Wagner Moura e Ana de Armas na citada cena com a tecelã. Netflix/ Reprodução
A explosão da sede da Organização das Nações Unidas (ONU) em Bagdá em 19 de agosto de 2003, na qual o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello (1948-2003) morreu, soterrado nos escombros, é o mote de “Sergio” . A partir dali desenrola-se a trama em um bem amarrado jogo de flashbacks que mescla a trajetória profissional do protagonista, sua vida...

Quem dera a morte de Moraes Moreira fosse uma fake news

O eterno novo baiano Moraes Moreira. Foto: Felipe Diniz/ Divulgação
Como era de se esperar, o presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro e sua secretária de cultura Regina Duarte nada disseram sobre as mortes do escritor Rubem Fonseca (11/5/1925-15/4/2020) ou do cantor e compositor Moraes Moreira (8/7/1947-13/4/2020). São dois dos maiores nomes do Brasil em suas respectivas áreas, mas aos ocupantes do Palácio do Planalto e arredores, isto pouco importa. Se não...

O fantástico da Baixada

Memórias do tempo. Capa. Reprodução
Cravo "o fantástico" na manchete para resistir à tentação de escrever de vez "o Gabriel García Márquez da Baixada", embora saiba da admiração de Elizeu Cardoso pelo colombiano e da influência daquele em seu fazer literário. Mas não é este resenhista quem vai empacotar e rotular o pinheirense e entregá-lo de mão beijada aos leitores. Elizeu Cardoso é artista multimídia....

Moraes Moreira, 72 carnavais

Moraes Moreira no Rock in Rio de 1985. Foto: Facebook Moraes Moreira. Reprodução
https://youtu.be/LcCw7MRdoPY As abelhas (Luis Enriquez Bacalov/ Vinicius de Moraes), de algum modo, me reconectou a Moraes Moreira (8/7/1947-13/4/2020), seu intérprete no álbum “infantil” “A arca de Noé”, com vários intérpretes e a obra para crianças de Vinicius de Moraes. José Antonio havia nascido e eu, com ele no colo, apresentava-lhe os mais variados videoclipes na intenção de fugir da Galinha Pintadinha, de...

Mesmo com confinamento, Judas ganha testamento em 2020

Um Judas na cabeceira da Ponte do São Francisco. Foto: Guta Amabile
A tradicional malhação de Judas, realizada no sábado de aleluia, também foi prejudicada pelo confinamento imposto pela pandemia de coronavírus. Realizada em bairros da periferia de São Luís, onde em geral, vizinhos aporrinham-se uns aos outros, a mais popular na ilha é a realizada na Rua Jansen Müller, em frente ao casarão 42 da rua, no Centro da cidade,...

A prostituição desenhada para além do estigma ou romantização

Jeanine. Capa. Reprodução
Jeanine Spenato tornou-se prostituta por acaso. Uma noite, ao fim de seu expediente no trabalho de lanterninha em um cinema de Lausanne, na Suíça, foi confundida com uma. A princípio recusou a oferta de dinheiro por sexo, mas reencontrando o motorista que abordou-a noutra noite, perguntou-se: “por que não?”. Sob o pseudônimo Isa, a Sueca, conquistado graças a uma peruca...

O racismo nosso de cada dia

Marrom e amarelo. Capa. Reprodução
Inspirada ficção de Paulo Scott debate racismo e outros problemas brasileiros Após o golpe que destituiu Dilma Rousseff do poder – e tudo o que daí adveio – a vida de ficcionistas deve ter ficado mais difícil, concorrer com a realidade brasileira chega a ser desleal. É como diz uma tira de André Dahmer com a qual vez por outra...

Cide Piquet traduz (e disponibiliza) 20 haicais de Kobayashi Issa

20 haicais de Issa. Capa. Reprodução
É graças ao tradutor Cide Piquet que o Brasil conhece, hoje (antes tarde do que nunca), a poesia exuberante de Nicanor Parra, cujo “Só para maiores de cem anos” é traduzido por ele e Joana Barossi. Agora, aproveitando o confinamento imposto pela pandemia de coronavírus, ele solta “20 haicais de Issa”, plaquete eletrônica, que ele disponibilizou para download através...