Jotabê Medeiros – O Estado de S.Paulo

Refestelados em um sofá branco, Black Francis (vocais, guitarras, composição), Joey Santiago (guitarras) e David Lovering (bateria) receberam a reportagem do Estado um pouco antes do seu show no Lollapalooza para uma conversa. Influência declarada de grupos como Nirvana e Radiohead, eles mudaram a face do rock em seu tempo. Os pequenos olhos azuis de Black Francis são altamente intimidatórios. Leia trecho do bate-papo.
 Black Francis, Joey Santiago e David Lovering - Jotabê Medeiros
Jotabê Medeiros
Black Francis, Joey Santiago e David Lovering
Há muitas críticas de fãs mais radicais em relação a seu disco novo (Indie Cindy), e mesmo a crítica não foi tão benevolente. Como vocês lidam com a reação negativa?
Black Francis – Acho que é bom quando as pessoas estão falando a respeito, mesmo que seja de forma crítica, significa que algo está acontecendo.
Mas quando é algo negativo, não é algo que afeta sua vaidade?
Black Francis – Para minha vaidade, é algo que parte meu fodido coração. Mas é uma coisa que não dura mais de três segundos.
Vocês têm uma nova baixista, Paz Lechantin. Mas ela não está aqui nesse momento. Ela é só uma instrumentista de sessão, não pode vir a ser um membro efeito da banda?Black Francis – Ela tem meu voto.
Joey Santiago – Ela trouxe uma luz nova para a banda.
David Lovering – Ela me obrigou a reaprender toda minha forma de tocar bateria na banda, me trouxe uma nova perspectiva de ouvir as músicas.
Eu os vi no Chile, com Paz, e é um tanto diferente. Aqui no Brasil, no SWU, vocês tocaram com Kim e parecia uma banda no pico de sua vida. Vocês pensam nisso, em auge e declínio?
Black Francis – Meu ego é muito forte para pensar nisso, para me dar conta da trajetória da banda.
Há quase 40 bandas nesse festival de que vocês estão participando. Alguma delas é boa, em sua opinião?Black Francis – Especialmente nessa turnê pela América Latina, a gente mal está tendo tempo de sair de um hotel, tocar, e logo estamos no aeroporto, indo para outra cidade. Não vimos nada, não deu tempo.
Joey Santiago – Eu vi o Red Hot Chili Peppers no Chile, e foi algo impressionante. Eles dominam a arte de tocar para multidões. 

DEIXE UMA REPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, entre seu nome